segunda-feira, 7 de junho de 2010

Convivência Amorosa 4


Tua voz ao telefone
me alivia de uma solidão
que vem como um peso diário entre nós.
Há tanto a ser dito
e no entanto, as palavras somem.

O amor construído ontem
não me traz certeza alguma para o amanhã,
mas me dá o hoje,
e isto basta.

Em meio ao nosso abraço,
cheiros e inquietações se confundem.
Tua presença me oferta
algo intenso e profundo
que, acontecendo em si mesmo,
ecoa em mim
como um vento que paira sobre as águas.

Na construção de mais um dia,
algo novo vai surgindo
para consolidar velhas expectativas
que se renovam na forma mais singela
e se refletem em nossos olhares.

(11/12/2009)

Nenhum comentário:

Postar um comentário