sexta-feira, 18 de junho de 2010

Me recordo de tua espontaneidade
nos gestos mais singelos
de teu ser,
de teu estar
em minha vida,
suave, belo e envolvente
como um beijo.

(21/12/2009)

Nenhum comentário:

Postar um comentário